segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

ALÉM DO NINHO

Além do horizonte...
Segue o pássaro metálico
E suas gigantescas asas...
Rompendo ventos no escuro
Peça leve e robusta...
Que instiga, intriga e encabula
Todo o pensar.
E eu de cá,
Também pássaro que assiste
Filhote saindo do ninho,
Emanando de cá fluidos magnéticos
Benéficos.. Incansáveis.. Benditos..
Pedindo que as nuvens se acomodem
E abram alas
Ao longo da estrada flutuante...
Enquanto isso, seu riso há de se abrir...
Há também, de levar encanto...

Da vida que aí palpita..
Por onde seus pés, 

Voz e luz própria
Tocarem


liza leal



Obs:
inspirado na viagem do meu filho... Hoje - 6 meses fora do Brasil.


17 comentários:

  1. Feliz 2015, amiga! Que seja um ano bordado de muitas alegrias e bençãos para você e a sua família. Tu deves estar sentindo muita falta do filho, né? Lindo poema. Beijinhos estalados.

    ResponderExcluir
  2. Um magnífico poema.
    Gostei imenso.
    BOM ANO, querida amiga Liza.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Passei para ver as novidades...
    Querida amiga Liza, bom resto de semana
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. ...com certeza as nuvens se abriram
    agasalhando o pássaro em voo,
    ao ouvir de lá de cima a oração
    mais linda com cheirinho
    de mãe!

    fiquei com saudades dos blogs,
    dos amigos, e dessa energia
    singular!

    smacksssss, linda!

    ResponderExcluir
  5. Sempre que leio algo assim não me contento com a vontade demasiada de viajar! Mal posso esperar para realizá-la este ano. Belo poema e curta a saudade, Liza! Porque ela é reflexo de sentimentos bons demais...
    Paz e luz...
    Até!

    ResponderExcluir
  6. Saudade em forma de versos... Um encanto! Beijo e uma flor.

    ResponderExcluir
  7. Lisa,
    Traduzindo, de modo próprio, as suas palavras, a vida vale mesmo a pena ser vivida.

    Um beijo :)

    ResponderExcluir
  8. Passei de novo, mas ainda não há novidades...
    Tem um bom fim de semana, querida amiga Liza.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Bonita imagem e bonitas palavras ...

    Beijos !!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Gostei, e é sempre bom inspirarmo-nos em coisas que nos tocam :)

    Beijinho *

    ResponderExcluir
  11. Tem um bom domingo e uma boa semana, querida amiga Liza.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Muito bom o seu blog, estive a percorre-lo li alguma coisa, porque espero voltar mais algumas vezes,deu para perceber a sua dedicação em partilhar o seu saber.
    Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante.
    E se gostar e desejar comente.
    Que Deus vos abençõe e guarde.
    Abraço.Peregrino E Servo.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  13. Eu volto sempre cá uma vez por semana à espera de novo post. Ainda não foi desta vez, mas eu espero...
    Bom domingo e boa semana, querida amiga Liza.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde, Liza.
    Que poema tão inspirado usando o meio de transporte onde uma pessoa amada demais nele estava.
    Certamente, o alento foi com ele, quase uma oração, inteligente e sensível como tudo o que cria.
    Nessa estrada flutuante, como dizes, há vida e mistérios revelados pelo amor que há em teu coração.
    Você é um talenoto e uma pessoa que eu admiro demais.
    Tudo de bom.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  15. E o teu filhote amado ainda está longe de ti mas dentro do teu coraçãozinho???
    Esse teu papel de mãe é muito lindo:
    Dar asas para o filho poder voar!!!!
    Beijão e obrigada pela visita que amei!

    ResponderExcluir