quarta-feira, 18 de agosto de 2010

DOÇURA



E é tanto embaraço...

Essas coisas doces

Não nos tocam

Não nos caçam

Por querer

Laço

Intenso, estreito, estranho...

Acontece

Move

Colore

Revigora

Extrapola

De um jeito...

Todo o viver

12 comentários:

  1. Oi Liza
    Adoro esse jogo de palavras, dá ritmo ao poema.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. Que a vida seja doce, salgada ou agridoce...que seja, mas com poesia!
    Bjs*

    ResponderExcluir


  3. Viva a doçura, mas...

    "um dia, Beth,
    adoça-me!
    no outro, insulina-me."

    Beij♥!

    Obrigado pela visita!

    :)

    ResponderExcluir
  4. Pq o k importa é de facto viver!!!

    Beijinho de lua*.*

    ResponderExcluir
  5. Oi Liza...
    ..ah, e como estrapola. As vezes penso que no lugar do pulmão está o estomago e vice-versa.
    Eu não vivi ainda nenhuma experiencia que supere amar, estar enamorado, apaixonado. É um constante estado de prontidão e atenção ao mesmo tempo que parecemos estar no mundo da lua. O organismo fica ali...ligado...mas a mente...ah, a mente...só no outro...e tudo que surge ao nosso horizonte...parece passar pelo filtro do outro. Passamos a pensar a dois.
    Kiss-ss-ss
    e ótimo final de semana para voce
    adoreeeeei demais o poema, como sempre.
    Julio

    ResponderExcluir
  6. Um jogo de palavras, imagens e cores bonito e perfeito!
    Bom estar aqui, nesse Drink Poesia, Liza!
    Tim tim! E um beijo!

    ResponderExcluir
  7. Liza, querida amiga, gostei do seu poema. Magnífico.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  8. Liza, tudo bem querida?
    ...domingo foi dia de "Drink Poesia" lá em casa!rs...passe no Iris e veja.
    Kiss-s-ss
    :)
    Julio
    PS:sua visita é sempre muito adorada por lá e tuas palavras um abraço com afago muito gostoso e saudoso. Faz-se sentir, viu?

    ResponderExcluir
  9. Liza...

    Na serenidade do teu rosto
    há um poema esculpido em aventura...
    Talvez um sonho disperso
    que procura
    as tuas mãos, plenas de ternura!


    BjO´ss
    AL

    ResponderExcluir
  10. "Intenso, estreito, estranho...

    Acontece

    Move

    Colore

    Revigora

    Extrapola

    De um jeito...

    Todo o viver "

    E dão um friozinho na barriga de arrepiar a alma!!! Sensação prazerosamente indescritível pelo maniqueísmo de achar bom, mas ao mesmo tempo ruim!

    ResponderExcluir