segunda-feira, 30 de abril de 2012

FELICIDADE

Feito algodão doce
Se espalha... Des liza na língua
E antes mesmo
Que ela contemple...
Sinta...
Num passe de mágica
Ligeiro, derrete
E se finda..
Ai! Desse gosto imediatista
Que instiga
E vem da mesma fonte
Onde brota a saliva!...



by Liza Leal

13 comentários:

  1. Estou precisando dessas sensações,

    Dessas docilidades,


    Bjkas!

    ResponderExcluir
  2. Saudades daqui...dessas palavras que me encantam...
    Lindo!

    ResponderExcluir
  3. A felicidade é assim, por vezes derrete...
    Magnífico poema, gostei imenso.

    Liza, querida amiga, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    Nilson Barcelli

    ResponderExcluir
  4. Um final de semana mágico,


    Bjkas

    ResponderExcluir
  5. Estou precisando sentir esse sabor na minha vida. Poema lindo, amiga. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  6. A felicidade está nas sensações do corpo que quando encontra a alma, alegra-se com o inexplicável inteligível.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  7. 'rindo, tô que nem criança, tô de alma limpa'

    ResponderExcluir
  8. Passei para ver as novidades.
    Reli... e re-gostei...
    Beijo, querida amiga.

    ResponderExcluir
  9. Fugaz, mas inesquecível... sabor de felicidade que pode nos chegar de formas tão inesperadas...
    Lindo poema!
    Beijokas e saudades.

    ResponderExcluir
  10. Lisa


    Passando pra lhe deixar um beijo

    ResponderExcluir
  11. Passando para lhe desejar uma ótima semana. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  12. A felecida é realmente doce, mas pode perdurá, só depende de nós.... Bjus querida, também estou por aqui.

    ResponderExcluir