sexta-feira, 30 de agosto de 2013

GOTAS DE SAL


Ah!...
Arrepios na pele
Tremor na aura
Desses que sacodem
 De leve...
Instantaneamente 
Faz calar a fala...
Solitariamente 
Sensível...
Viajante...
Sensitiva...





Ah!...
Mar de sensibilidade
E suas ressacas...
Pôr do sol 
Que transborda
Entre gotas de sal...
E feito mini cascatas,
Desaguam...
Cenas de um filme
Da vida real...

by L.L.






13 comentários:

  1. Gostei muito deste seu poema.Por falar em sal,
    fez-me lembrar o tempo em que o meu pai(que já
    não está entre os vivos)trabalhava em salinas
    de sal,portanto onde o mesmo era fabricado.
    Desejo que esteja bem.
    Bom fim de semana.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  2. O teu poema é um ritual de fogo
    uma enorme fogueira
    no teu corpo,
    com as chamas percorrendo
    e desnudando
    todas as sensações,
    sublimando o prazer...

    Beijos...
    AL

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde, Liza. Encantador o seu poema, seu espaço!
    Como é bom vir aqui, ler e sugar cada palavra de vida em mim.
    Quem precisa das falas aqui?
    Um encontro consigo trazendo toda a beleza de uma viagem interior, reflexiva.
    Lindo.
    Beijos e tenha um fim de semana abençoado.
    Fique na paz!

    ResponderExcluir
  4. lindo poema, nada melhor para se sentir a alma avivada do sentir!!!

    Uma semana gloriosa e cheia de luz ;)
    tauana raio de luar
    http://www.tauanaraiodeluar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Pura sensibilidade d'alma!

    Boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde, Liza. Um abençoado e feliz setembro para você. Tudo de bom!
    Beijos na alma!
    Só reafirmo a beleza do teu poema, que já havia comentado.

    ResponderExcluir
  7. Sensível, sensual e muito lindo. Beijo

    ResponderExcluir
  8. Oi, querida! que saudades deste teu espaço, de beber da tua poesia. Bjs bjs bjs.

    ResponderExcluir
  9. Primeiramente, quero que tu saibas que sinto muito pela sua perda. Que Deus esteja contigo. Se precisar conversar, pode contar comigo, ok? Força, amiga!
    Belíssimo poema. Sensível, tocante e real. Não faz muito tempo que senti esse gostinho das gotas de sal.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida é uma passagem. Quem vai deixa uma saudade enorme, mas a vida continua. E com certeza ela estará olhando por ti. Que Deus dê conforto para você. Beijos.

      Excluir
  10. Há coisas que nos calam.
    E a tua poseia sempre me deixa (quase) sem palavras.
    Gostei muito.
    Liza, minha querida amiga, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir