segunda-feira, 5 de agosto de 2013

LUZ!..

Hoje especialmente
A poesia talvez não tenha a cadência
Suave de um riacho...
Ou talvez as palavras
Aqui não caibam
Não tenham cara de luau.

Não,

Não vou dizer que sinto-me
Em frangalhos...
Desarmei-me..
Falei com Deus...
Por certo Ele,
Fitou-me cuidadosamente,
Como de costume...
Viu e sentiu um tremor escondido


Hoje meu anseio é beber forças

De um pôr do sol risonho
Respirar esperança
De dias vindouros,
Sem DORES,
Sem fios de UTI...
Mas sim o brilho no olhar
De minha mãe
O meu maior desejo
Tem nada
E tudo a ver,
Comigo...
É imaginar que o destino
Tem riscado uma estrada
De luz Divina
Um novo amanhã...
À quem luta bravamente
Pela vida..
Definitivamente,
Toda vez que penso numa palavra
Para definir minha mãe
Só me vem:
CORAGEM

Que Deus faça o melhor,

No tempo Dele.

L.L.







13 comentários:

  1. O teu poema é uma prece. Com certeza Deus irá escutar a tua prece, pois Ele está olhando por sua amada mãe. Fiquei emocionada lendo sua postagem. Te desejo muita força, Liza. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por compartilhar a sua história comigo. Quero tu saibas que pode contar comigo. Estarei orando pela sua mãe. Beijinhos.

      Excluir
  2. Olá. Desculpe a intromissão, mas achei a sua poesia tão divina que não pude deixar de ir até o fim! abração, e já a sigo!

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde, Liza.
    Sua poesia é de uma entrega magnífica e clara, um zelo de amor, um cuidado abençoado.
    Deus te escuta, sempre te escutará, ainda que algo não saia como desejamos, Ele sempre está no controle de tudo.
    A missão que cada um tem aqui na Terra forma um ciclo, que espero que se prolongue, mas Deus é quem é o Senhor dos ciclos.
    Tenha fé, força e esperança.
    Que o amor divino seja derramado em teu coração trazendo paz!
    Beijos na alma e semana de paz!

    ResponderExcluir
  4. Teu poema parece-me mais uma oração, uma suplica pelos bons ventos. Só tenho a desejar que o teu desejo vire presente!

    Uma semana linda,
    Tauana Raio de Luar
    http://www.tauanaraiodeluar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Hoje eu vou comentar diferente. Bj

    Tornei-me um leitor...
    Num bom texto...
    Tua prosa não de mulher
    que narra as suas
    aventuras das noites idas
    que só interessam a própria ode!
    As palavras voam...Sem titubear...
    Mas, mesmo a narrativa forte,
    com todo esse esmero...
    encheu-me a alma,
    acabei sorrindo e pensei:
    Gostei, escreves como
    uma mulher encantadora!
    (texto por tossan)

    ResponderExcluir
  6. Liza, estou aqui hoje, matando a saudade dos teus poemas. sempre belos!

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  7. Maravilha a poesia! Fico feliz quando aprecio grandes poemas como este&outros que você faz excelentemente para a nossa alegria e deleite. Beijo moça

    ResponderExcluir
  8. ჱܓ

    Muito terno e carinhoso como só o amor de filha pode ser.
    Bom sábado!
    Ótimo fim de semana.
    Beijinhos.
    Brasil¸.•❤❤⊱彡

    ResponderExcluir
  9. Beber forcas! aprender a ser forte! querer recomecar! o segredo de tudo! gostei mto daqi!
    bjo

    ResponderExcluir